A decisão da Igreja da Escócia de adotar uma teologia inclusiva no âmbito da ideologia de gênero rendeu um debate entre pastores no programa Bate-Papo, da Rede Super. O pastor Fernando Herculano, da Igreja Batista da Concórdia e o psicólogo Mizael Silva debateram o tema a partir de pontos de vistas que cercam o assunto.

A partir da matéria publicada pelo portal Gospel+ sobre o assunto, o apresentador Cássio Miranda comentou que a influência da ideologia de gênero no cristianismo gerou a “teologia de gênero”, que tem sido adotada por algumas denominações mundo afora.

“A teologia de gênero é uma desconstrução de um conceito cristão que predominou na sociedade. Como se um homem que se acha uma mulher se percebesse como tal”, afirmou o pastor Herculano.

O líder evangélico destacou que as tendências sociais não mudam a solidez da verdade bíblica: “Quando Deus diz que criou homem e mulher segundo a sua imagem e semelhança, traz a imagem de Deus. Então, o espectro teológico não muda de modo algum. Não quer dizer que um é maior ou menor. Se ambos são à semelhança de Deus, essa forma não muda de jeito nenhum”, salientou.

Para o psicólogo Mizael Silva, a ideologia de gênero é fruto de um discurso político oriundo das filosofias que estruturam a visão social de esquerda: “É uma ideologia que acredita na ausência de sexo, que diz que homem e mulher não tem a ver com nada biológico. Não tem nada a ver com informações genéticas ou cromossômicas, mas como a questão relacionada a construção social”, comentou.

Silva acrescentou ainda que o conceito da ideologia de gênero é que a pessoa vai definir sua identidade a partir da “cultura, família”, e não a partir “da sua biologia básica”: “Isso praticamente é o que define a ideologia de gênero, ausência de sexo como construção social no homem e na mulher”, ressaltou, observando que todas as questões ligadas à militância LGBT se tornaram um assunto de mercado, pois movimentam “mais de três bilhões [de dólares]” mundo afora.

Os debatedores descatacaram que há casos, raros, de homens com toda a construção biológica/hormonal que nasceram com a genitália feminina, mas observou que esses casos são entendidos como uma dismorfia causada durante a fase hormonal.

“O sexo de um indivíduo é genético e vem antes de uma parte anatômica”, salientou o pastor, acrescentando que a Criação foi desenvolvida por Deus “sem erros”. “A Bíblia não fala de uma superioridade [masculina em relação às mulheres]”, pontuou Herculano, rebatendo o argumento usado pelos entusiastas da ideologia de gênero de que as Escrituras seriam “machistas”, e que a desconstrução do conceito cristão se justificaria por isso.


DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here