No Brasil, lideranças conservadoras da sociedade, incluindo líderes cristãos católicos e evangélicos, vêm alertando sobre a influência que o movimento LGBT pretende exercer e denunciando que a ideologia de gênero é um dos passos mais agudos e agressivos dessa estratégia. Ao longo dos anos, muitos foram tachados de fundamentalistas e paranoicos.

Porém, a velocidade da mudança e a força exercida na oposição aos conservadores mostra que os ditos “progressistas” já não se preocupam em serem sutis. A grande mídia vem sendo usada – como no caso da novela A Força do Querer, da TV Globo – para que esse princípio seja incutido na consciência coletiva de forma rápida e sem resistência.

Confira a entrevista do procurador Guilherme Schelb, um dos principais opositores do Brasil à ideologia de gênero, sobre o assunto, na TV Medicina e Saúde, e saiba mais sobre a polêmica.


DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here