Explicação e simulação do inferno.

4 COMENTÁRIOS

  1. Mateus 11:23-“Hades” Esta palavra grega foi transliterada em português nas dez vêzes em que ocorre,( Mt 11:23; 16:18;Lu10:15; At 2:27,31;Re 1:18;6:8; 20:13,14).Significa literalmente “o lugar não visto”. O uso que Pedro faz dela em Atos 2:27,31 mostra que ela equivale á palavra seol, que ocorre 65 vêzes nas Escrituras Hebraicas e é aplicada á sepultura comum da humanidade.E isto com boa razão, porque, segundo as raízes de que se pode derivar,S”ol significa quer “o lugar ôco” ou “lugar de descanso”.Na sepultura comum, a humanidade descansa num lugar não visto ou num lugar escavado para seu entêrro. A palavra latina correspondênte,infernus (ás vêzes in-Siúl, siriaco; infernus,latim) ferus), significa “o que jaz por baixo; a região inferior”, e aplica-se bem á sepultura. E assim o equivalente apropriado dos têrmos grego e hebraico. Nas Escrituras inspiradas, estas palavras estão sempre associadas com a morte e os mortos, nunca com a vida e os vivos.Por ex: Re 20:13: ” A morte e o Hades entregaram os seus mortos nêles”. As palavras em si mesmas, não contém nenhuma idéia ou sugestão de prazer ou dor, fato que se harmoniza com a descrição bíblica dos mortos. Até mesmo os antigos gregos usavam Hades para significar ” o túmulo” bem como a morte”.È neste sentido que a palavra foi usada pelos escritores bíblicos inspirados.

  2. não devemos servir a Deus por medo do inferno mas por aquilo que Ele fez por nos entregando seu filho unigênito para morrer por nós, dizer que não existe inferno é a mesma coisa que dizer que não existe satanás que isso também é figurativo, é a mesma coisa que dizer só existe o bem e não existe o mal, que não existe as trevas só a luz, existe dois caminhos céu e inferno, dizer que todos vão entrar no céu não é verdade então aqueles que não conseguir entrar no céu isso já é um inferno.

  3. È engraçado como certas pessoas tem a mania de distorcer tudo. Fala sem ponderar o que diz,fala sem nehum embasamento bíblico ou mesmo científico. A teoria do tormento eterno é uma das falsas doutrinas que constituem o vinho das abominações de Babilônia,do qual ela faz todas as nações beberem.(Ap-14:8;17:2).Os ensinos da palavra de Deus acerca destes importantes pontos,não são obscuros nem contraditório; podem ser compreendidos pela mente comum. Mas que espírito imparcial pode ver sabedoria ou justiça na teoria corrente? Sobre o erro fundamental da imortalidade inerente, repousa a doutrina da consciência na morte, doutrina que semelhantemente á tormento eterno,se opõe aos ensinos das Escrituras,aos ditames da razão,e a nossos sentimentos de humanidade.Realmente, a Bíblia cita várias vezes a palavra inferno,uma palavra que gera muita dúvida e até confusão.Com exceção da parábola do rico e Lázaro,as Escrituras não afirmam,em lugar nenhum, que o inferno é um lugar onde os ímpios são atormentados pelo fogo logo após a morte.

DEIXAR UMA RESPOSTA