Letra:

De onde vem a paz
Que surpreende o oprimido
Fazendo descansar
Sem medo de seu inimigo
De onde vem a força que o faz
Repousar seguro

De onde vem a paz que tenho agora
A calma após a chuva
Não sou merecedor mas tenho Cristo
E ele me tem
Não pertenço a mim mesmo mais
De onde vem a paz

De onde vem a luz
Que ilumina o caminho
Daquele que confiou
Somente no que está escrito
De onde vem a esperança ao esperar
No que é improvável

De onde vem a paz que tenho agora
A calma após a chuva
Não sou merecedor mas tenho Cristo
E ele me tem
Não pertenço a mim mesmo mais
E é de Cristo de onde vem a paz

Não sou merecedor mas tenho Cristo
E ele me tem
Não pertenço a mim mesmo mais
E é de Cristo, e é de Cristo, e é de Cristo
De onde vem a paz


DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here