Tell me somethin’, girl
Are you happy in this modern world?
Or do you need more?
Is there somethin’ else you’re searchin’ for?
I’m falling
In all the good times I find myself
Longin’ for change
And in the bad times I fear myself
Tell me something, boy
Aren’t you tired tryin’ to fill that void?
Or do you need more?
Ain’t it hard keeping it so hardcore?
I’m falling
In all the good times I find myself
Longing for change
And in the bad times I fear myself
I’m off the deep end, watch as I dive in
I’ll never meet the ground
Crash through the surface, where they can’t hurt us
We’re far from the shallow now
In the shallow, shallow
In the shallow, shallow
In the shallow, shallow
We’re far from the shallow now
Oh, oh, oh, oh
Whoah!
I’m off the deep end, watch as I dive in
I’ll never meet the ground
Crash through the surface, where they can’t hurt us
We’re far from the shallow now
We’re far from the shallow now
Autores: Andrew Wyatt / Anthony Rossomando / Mark Ronson / Stefani Germanotta

‘Shallow’

Priscilla Alcantara fez uma interpretação dessa música durante a Virada Cultural, em São Paulo, no último sábado, 18 de maio, no Palco Sé, como parte de seu projeto de tornar sua carreira musical mais abrangente em relação ao público. Além dessa música, Priscilla Alcantara incluiu também Me Encontra, do Charlie Brown Jr., composta por Chorão, falecido em 2013.

As letras de ambas as músicas, embora não tenham sido compostas com o propósito de exaltar a Deus, trazem letras que que não agridem a crença cristã. “Me diz uma coisa, garota: você está feliz neste mundo moderno? Ou você precisa de mais? Existe algo a mais que você está procurando?”, diz um trecho da letra de Shallow, em tradução livre.

No caso de Me Encontra, a música fala sobre conta sobre alguém que está procurando encontrar um amor em meio à multidão: “Sorrir, chorar e ter alguém pra compartilhar sempre. Viver para alguém que me ama e dividir sempre. Felicidade e amor. Então me encontra ou deixa eu te encontrar”, diz a letra.

Nas redes sociais, Priscilla Alcantara recebeu aprovação do público. Uma internauta escreveu: “Já quero Shallow na tour ASU”, escreveu uma seguidora, em referência ao congresso “Até Sermos Um” que Priscilla Alcantara desenvolve aqui no Brasil anualmente, e que já se tornou popular.

O restante do repertório seguiu a linha gospel, com músicas que normalmente são tocadas pela cantora, como Oceans, do Hillsong, e canções do álbum “Gente”, lançado por Priscilla Alcantara meses atrás.


DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here