Letra:

Cruzei por inteiro um vasto deserto
De ponta a ponta, sozinho, em silêncio
E do outro lado do mar de areia
Vi outro deserto pra minha surpresa

O mesmo cenário por dias e dias
O vento encobre meus rastros e trilhas
Carrego o fardo de andar sem sentido
Sem nunca saber nem rumo ou destino

Eu sei que é possível vivermos sozinhos
Cercado de gente e de conhecidos
Perdidos nas rotas de nossas rotinas
Sem nunca sabermos qual é o destino

Sem nunca sabermos nem rumo ou destino


DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here