Neil Barreto prega em Anápolis: Deus não desistiu de você.

Frases:
“Porque pra Deus o caído não é o que se reconhece caído, o caído é o que acha que caído não está.”

“Eu que que nessa multidão há um monte de gente que parece ser mas não é, que quer muito ser mas não consegue, e não consegue não é só porque não tem força pra isso, é porque acha que não merece mais… ‘pastor eu pequei, eu adulterei, eu menti, eu denegri, eu fui canalha…’ Deus não tem problema com a tua eferveção, agora o que Deus não suporta é que você não admite isso[…] Deus devolve a alegria da minha salvação…”

“Deus ainda conta contigo meu irmão!”

“O que Deus não suporta não é o pecador… o que não Deus não suporta é o crente metido a besta… é aquele pecador que Deus salvou e depois de salvo ficou besta, ficou metido, é aquele que hoje é salvo mas não foi a vida inteira, que Deus tirou lá do lamaçal do pecado, que Deus fez ministro e depois de ministro se ensoberbeceu, depois de ministro não fala mais com o povo, não fala mais com a massa, é aquele camarada que se esquece de onde veio, que quando vai pregar a palavra ‘Só prego se me dar dinheiro, porque afinal de contas eu sou o renomado tal’… e vive de baixo de dinheiro de cachê, cobrando pra pregar uma coisa que não é nossa… toda a vez que me fazem um convite perguntando, pastor você cobra quanto pra pregar? Isso quase que me ofende, sabe porque? Porque a palavra que eu prego não é minha, o povo pra quem eu prego não é meu, o talento no qual eu prego não é meu, a graça com a qual eu prego não é minha, tudo vem de Deus! De graça eu recebi, de graça eu preciso dar!”

“Deus não tem problemas com nossa imperfeição, o que Deus não tolera é a nossa incapacidade de não reconhecê-las”.

“Nossas fraquezas não são a razão do ponto final da obra de Deus em nossas vidas. Nossas fraquezas fazem parte do processo da obra de Deus em nossas vidas.”

Tags: Davi, Isaque, Abraão, faraó, Pedro, Rebecca, carácter, depressão, medo, síndrome, Transtorno obsessivo-compulsivo, compromisso, fidelidade, canalha, coragem, sacralização, espinho na carne, soberba, Paulo, Ludmila Ferber, sonhos.


1 COMENTÁRIO

DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here