Letra:

Minha trajetória
É marcada por conquistas
Minha arma foi a fé
Minha esperança
É regada por lembranças
Que o tempo não levou

Mas parece que um furacão
Me alcançou… Deus!
Eu não podia imaginar
Perdi meu chão
Olha como chora o meu coração

Dessa vez não consigo Te tocar
Não tenho forças pra clamar
Confesso, já tentei
Dessa vez eu entrei no quarto
E tranquei a porta
Só Tu podes me encontrar


Pois Tu és o Deus que me vê no oculto
Tu és o Deus que me vê no secreto
Tu és o Deus que me vê
Quando o homem não me vê
Eu não estou só, eu não estou só

SEM COMENTÁRIOS

DEIXAR UMA RESPOSTA